19 de novembro de 2017

LEITURA DOMINICAL 33º DOMINGO COMUM - 19 DE NOVEMBRO DE 2017.

 
 
 
 

33º Domingo do Tempo Comum

19 de Novembro de 2017

Cor: Verde
 
 
 

1ª Leitura - Pr 31,10-13.19-20.30-31

Com habilidade trabalham as suas mãos.

Leitura do Livro dos Provérbios 31,10-13.19-20.30-31
10 Uma mulher forte, quem a encontrará?
Ela vale muito mais do que as jóias.
11 Seu marido confia nela plenamente,
e não terá falta de recursos.
12 Ela lhe dá só alegria e nenhum desgosto,
todos os dias de sua vida.
13 Procura ló e linho,
e com habilidade trabalham as suas mãos.
19 Estende a mão para a roca e seus dedos seguram o fuso.
20 Abre suas mãos ao necessitado
e estende suas mãos ao pobre.
30 O encanto é enganador e a beleza é passageira;
a mulher que teme ao Senhor, essa sim, merece louvor.
31 Proclamem o êxito de suas mãos,
e na praça louvem-na as suas obras!
Palavra do Senhor.
 
 
 
 
 

Salmo - Sl 127,1-2.3.4-5 (R. 1a)

R. Felizes os que temem o Senhor e trilham seus caminhos!

1 Feliz és tu se temes o Senhor*
e trilhas seus caminhos!
2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver,*
serás feliz, tudo irá bem! R.

3 A tua esposa é uma videira bem fecunda*
no coração da tua casa;
os teus filhos são rebentos de oliveira*
ao redor de tua mesa. R.

4 Será assim abençoado todo homem*
que teme o Senhor.
5 O Senhor te abençoe de Sião,
cada dia de tua vida;*
para que vejas prosperar Jerusalém. R.
 
 
 
 
 
 
 

2ª Leitura - 1Ts 5,1-6

Que esse dia não vos surpreenda como um ladrão.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 5,1-6
1 Quanto ao tempo e à hora, meus irmãos,
não há por que vos escrever.
2 Vós mesmos sabeis perfeitamente
que o dia do Senhor virá como ladrão, de noite.
3 Quando as pessoas disserem: 'Paz e segurança!',
então de repente sobrevirá a destruição,
como as dores de parto sobre a mulher grávida.
E não poderão escapar.
4 Mas vós, meus irmãos, não estais nas trevas, de modo
que esse dia vos surpreenda como um ladrão.
5 Todos vós sois filhos da luz e filhos do dia.
Não somos da noite, nem das trevas.
6 Portanto, não durmamos, como os outros,
mas sejamos vigilantes e sóbrios.
Palavra do Senhor.

Evangelho - Mt 25,14-30

Como foste fiel na administração de tão
pouco, vem participar de minha alegria.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25,14-30
Naquele tempo,
Jesus contou esta parábola a seus discípulos:
14 Um homem ia viajar para o estrangeiro.
Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens.
15 A um deu cinco talentos,
a outro deu dois e ao terceiro, um;
a cada qual de acordo com a sua capacidade.
Em seguida viajou.
16 O empregado que havia recebido cinco talentos 
saiu logo,
trabalhou com eles, e lucrou outros cinco.
17 Do mesmo modo, o que havia recebido dois
lucrou outros dois.
18 Mas aquele que havia recebido um só,
saiu, cavou um buraco na terra,
e escondeu o dinheiro do seu patrão.
19 Depois de muito tempo, o patrão voltou
e foi acertar contas com os empregados.
20 O empregado que havia recebido cinco talentos
entregou-lhe mais cinco, dizendo:
`Senhor, tu me entregaste cinco talentos.
Aqui estão mais cinco que lucrei'.
21 O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel!
como foste fiel na administração de tão pouco,
eu te confiarei muito mais.
Vem participar da minha alegria!'
22 Chegou também o que havia recebido dois talentos,
e disse:
`Senhor, tu me entregaste dois talentos.
Aqui estão mais dois que lucrei'.
23 O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel!
Como foste fiel na administração de tão pouco,
eu te confiarei muito mais.
Vem participar da minha alegria!'
24 Por fim, chegou aquele que havia recebido um talento,
e disse: `Senhor, sei que és um homem severo,
pois colhes onde não plantaste
e ceifas onde não semeaste.
25 Por isso fiquei com medo
e escondi o teu talento no chão.
Aqui tens o que te pertence'.
26 O patrão lhe respondeu: `Servo mau e preguiçoso!
Tu sabias que eu colho onde não plantei
e que ceifo onde não semeei?
27 Então devias ter depositado meu dinheiro no banco,
para que, ao voltar,
eu recebesse com juros o que me pertence.'
28 Em seguida, o patrão ordenou:
`Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez!
29 Porque a todo aquele que tem
será dado mais, e terá em abundância,
mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado.
30 Quanto a este servo inútil,
jogai-o lá fora, na escuridão.
Ali haverá choro e ranger de dentes!'
Palavra da Salvação.

Leituras Facultativas


Evangelho - Mt 25,14-15.19-21

Como foste fiel na administração de tão
pouco, vem participar da minha alegria.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25,14-15.19-21
Naquele tempo,
Jesus contou esta parábola a seus discípulos:
14 Um homem ia viajar para o estrangeiro.
Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens.
15 A um deu cinco talentos,
a outro deu dois e ao terceiro, um;
a cada qual de acordo com a sua capacidade.
Em seguida viajou.
19 Depois de muito tempo, o patrão voltou
e foi acertar contas com os empregados.
20 O empregado que havia recebido cinco talentos
entregou-lhe mais cinco, dizendo:
`Senhor, tu me entregaste cinco talentos.
Aqui estão mais cinco que lucrei'.
21 O patrão lhe disse:
`Muito bem, servo bom e fiel!
como foste fiel na administração de tão pouco,
eu te confiarei muito mais.
Vem participar da minha alegria!'
Palavra da Salvação.




Fonte: CNBB 

17 de novembro de 2017

HOMENAGEM DE ALBERTO ARAÚJO A MARIA VICENÇA DE ARAÚJO.

 
 
HOMENAGEM DE ALBERTO ARAÚJO
A MARIA VICENÇA DE ARAÚJO
(IN MEMORIAM)
(CLICAR NA IMAGEMPARA ASSISTIR AO FILME)
 

 
 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE

https://www.youtube.com/watch?v=BXYx9hOOX74 

 
 
Homenagem de hoje é para Maria Vicença de Araújo (In Memoriam), duas poesias dedicatórias: Maria, nome de Santa e Desejo de Mãe da autoria de Alberto Araújo. (Assista ao filme).
 
 
 
 
 

 

 
MARIA, NOME DE SANTA...
  
Maria, esse nome é de santa...
Maria... Réstia de essências que perfuma
O jardim do voo eterno.
Senhora em castelo de estrelas cadentes,
Maria... Campo minado de inumeráveis
brisas febris
E de afetos aveludados.
 
Três cores enfeitam o caminho de Maria:
O sorriso
A simplicidade
A paz
 
Maria foi-se embora...
Está no paraíso,
O lugar certo de mulher santa.
 
Maria Vicença de Araújo
16-11-34 / 28-04-13
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DESEJO DE MÃE
a Maria Vicença de Araújo.
 
MÃE,
Consente precisamente que o meu espelho
revele a face refletida que em ti clareia.
Para todos conheçam a tua ternura
entendam como o teu afeto é maravilhoso.
E percebam que teu AMOR é grandioso,
Qual um oceano navegável em plena maré cheia.
 
MÃE,
Ouvi estrelas, quando me falaste
da beleza das flores, do canto dos pássaros,
das montanhas, da procura da felicidade.
Do beijo, abraço pleno de alacridade.
Da amizade que devemos ter
pelos nossos semelhantes.
Sim! Instante em que desabrocharam de ti
lábios e sorrisos brilhantes.
 
MÃE,
Lembrar-me-ei sempre
de quando disseste comovida:
Com plena segurança incitou-me
a encontrar a própria vida.
Oh! Minha mãe querida,
Quanta força heroica
de querer o melhor para mim...
Segui teus conselhos e ousei-me
aos longínquos pélagos,
espaços sem fim.
 
Mudei de vida, parti...
Queria encontrar o amor valioso.
Busquei-o no mundo:
A sina dos apaixonados.
No Céu: A minha estrela especial.
Na vida:
O que existe de mais precioso.
Além, procurei sempre navegar,
Por via e caminho onde o amor sorri.
Encontrei a minha metade.
Hoje, sinto-me feliz aqui.
 
MÃE! Se tu, do céu, me ouves,
Hoje me lembrei de quando tu sorrias.
Posso dizer-te com plena convicção.
Que à frente da minha transformação
- Fixei as tuas esplendorosas alegrias.
 
By © Alberto Araújo
 
 
Homenagem do blog
Alberto Araújo & Amigos
à minha Mãe Maria Vicença de Araújo
 




 
 COMENTÁRIOS
 
 
 
 
 
 

Amigo Alberto,

Fiquei emocionado ao assistir a bela homenagem que faz à sua mãe que tem  o nome da mãe de Jesus e que completaria  84 anos de feliz  e útil existência. Lembrei-me de minha mãe Angelina que já está junto ao Criador desde 1978, orando e zelando pelos seus entes queridos.
 
Um abraço
do Erthal
 
 
 
**********************


 
 
 
Prezado Alberto,
Saudações fraternas!

Gostei muito das poesias escritas por você em homenagem à sua querida mãe, in memoriam, Sra. Maria Vicença de Araújo.
 
Parabéns pela sensibilidade, pelo ato de reverência, de gratidão, de amor filial... 
 
Receba os meus sinceros cumprimentos e aplausos!
Abraços,
Liane. 
 
 
 
 
*******************************
 
 
 
 
 
 

16 de novembro de 2017

SALVATOR MUNDI DE LEONARDO DA VINCI É A OBRA MAIS CARA DO MUNDO.

 

 



Salvator Mundi é a grande estrela da semana de leilões de outono que acontece em Nova York. Inspirado no gênio do Renascimento, foi colocada à venda uma obra gigantesca de Andy Warhol na qual ele replica 60 vezes a célebre A Última Ceia de Leonardo da Vinci, que foi leiloada na mesma noite. A Christie’s procurava assim acentuar o “efeito Da Vinci”.
 

 
 
Salvator Mundi foi pintado na mesma época em que a Mona Lisa. A composição é muito parecida e são um exemplo perfeito do mistério que rodeia o trabalho de Da Vinci. Sua história também é extraordinária. A pintura decorou o quarto privativo de Henriqueta Maria da França, esposa do rei Carlos I da Inglaterra, no palácio de Greenwich. Desapareceu depois de ser leiloada em 1736. Sir Charles Robinson a comprou em 1900 pensando que era um trabalho de um discípulo de Leonardo.
 
 
O óleo que mostra Jesus Cristo como salvador do mundo é a maior redescoberta artística do século XXI. Que se saiba, há menos de 20 óleos sobre madeira criados pelo gênio renascentista italiano que sobreviveram à passagem do tempo. Esta surgiu em 2005, depois de um hiato de muito tempo. A obra data de 1500 e durante décadas se pensou que tinha sido destruída. “É um testamento da relevância que segue tendo sua pintura”, avalia Loic Gouzes, da casa de leilões Christie’s.
 
 
 
 
 
A última obra de Leonardo da Vinci nas mãos de um colecionador privado, propriedade do oligarca russo Dmitry Rybolovlev, foi leiloada na quarta-feira, dia 15 de novembro, na Christie’s por um valor recorde de 450,3 milhões de dólares (cerca de 1,47 bilhão de reais). Salvator Mundi é uma obra excepcional, a ponto de os especialistas se referirem a ela como o Santo Graal do mundo da arte. Não só mais do que duplicou os quase 179,3 milhões de dólares (cerca de 537 milhões de reais na época) desembolsados há dois anos por Mulheres de Argel, de Pablo Picasso, o recorde até agora em um leilão, mas também superou amplamente os cerca de 300 milhões de dólares (981 milhões de reais) pagos em evento privado pelo investidor Kenneth Griffin por Interchange, de Willem de Kooning, e valor semelhante pago por um emir do Catar por Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?), de Paul Gauguin.
 
 
 
 
A noite começou calma, com uma obra de Adam Pendleton. Aos quinze minutos chegou ao lote 9B, em meio a grande expectativa. A disputa pelo Da Vinci começou em 70 milhões de dólares (228 milhões de reais). Tomou fôlego nos 100 milhões (327 milhões de reais), como se estivesse ganhando força antes da retomada. Em três minutos chegou a 200 milhões (654 milhões de reais). A disputa se prolongou por 19 minutos. A batalha foi travada por dois compradores anônimos que fizeram suas apostas por telefone. O martelo foi batido nos 400 milhões (1,3 bilhão de reais), aos quais se somam a comissão da casa de leilões.
 
 

 
A obra-prima de Da Vinci caiu de novo no esquecimento, perdida entre outros trabalhos artísticos que integravam sua coleção. A pintura, que tinha sido manipulada, foi consignada à casa de leilões Sotheby’s para venda em 1958. Foram pagos por ela 50 milhões de euros (190 milhões de reais). Voltou a desaparecer até que surgiu novamente em um pequeno leilão há 12 anos. A redescoberta mobilizou especialistas no trabalho de Leonardo, que certificaram sua autenticidade.
 
 

Batalha legal

 
 
A pintura foi apresentada ao mundo em 2011, no âmbito de uma mostra dedicada ao artista na Galeria Nacional de Londres. Sua propriedade está cercada de controvérsia. O magnata russo Dmitry Rybolovlev, dono do clube de futebol AS Mônaco, pagou 108,3 milhões de euros (cerca de 411 milhões de reais) quando a adquiriu em 2013. A obra é, além disso, uma das que protagoniza a batalha judicial entre o milionário russo e o corretor de arte suíço Yves Bouvier: o primeiro acusa o segundo de enganá-lo inflando em até 1 bilhão de euros (3,8 bilhões de reais) os preços de cerca de 40 obras de arte que foi comprando ao longo de muitos anos.
 
 
O preço final pago por Salvator Mundi pode, portanto, ter implicações legais no processo que Rybolovlev trava com Bouvier. A casa de leilões evitou comentar o litígio e se limitou a pedir que a atenção se concentre em seu valor artístico excepcional. Para atrair a atenção dos colecionadores, viajou antes por Hong Kong, Londres e San Francisco.
 

Cultura popular

 
 
O monumental trabalho, que criou um ano antes de morrer e foi oferecido pela primeira vez em um leilão, é um exemplo da grande série do período final do artista. Warhol, profundamente religioso, fez mais de uma centena de variações diferentes da obra de Da Vinci. A Última Ceia de Leonardo não só se transformou em cânone da história da arte, como também faz parte da cultura popular.
 
 
 

 
Artista: Leonardo da Vinci

Dimensões: 45 cm x 66 cm

Material: Tinta a óleo

Criação: 1490

Gênero: Christian art

Período: Alta Renascença
 
 
 
 
 
 
FONTE